Witzel recebeu dinheiro roubado da saúde da Paraíba para sua campanha ao governo do Rio, dizem delatores Governador da Paraíba foi alvo de busca e apreensão pelo mesmo motivo

0

Delatores  da Operação Calvário, que tenta prender o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, e fez uma devassa nos gabinetes do atual governador do Estado, João Azevedo,  disseram que entregaram R$ 115 mil ao assessor do senador Arolde de Oliveira para ser usado na campanha do governador do Rio Wilson  Witzel.

Daniel Gomes da Silva, controlador da Cruz Vermelha, e sua secretária, Michelle Louzada Cardozo, disseram ao Ministério Público que o dinheiro teria sido solicitado por Robson dos Santos França, conhecido como Robinho, assessor do senador que apoiou Witzel.

Em conversas por aplicativo entregues por Daniel Gomes, Robinho teria dito que a ajuda financeira era fundamental para garantir a vitória do ex-juiz no segundo turno. E que, em troca, o então controlador da Cruz Vermelha teria “bastante espaço para trabalhar” num eventual governo.

“Me disse que conversava com o pessoal do Witzel, que tinha poucas pessoas até então, e que na minha área de atuação (saúde) tinha bastante espaço para trabalhar, desde que ajudasse financeiramente”, disse Daniel em sua colaboração premiada.

Michele, que era responsável por repartir o dinheiro roubado da saúde da Paraíba, deu detalhes de encontros com Robinho em shoppings do Rio para entregar o dinheiro.

O primeiro encontro teria ocorrido em 8 de outubro, no Américas Shopping, no Recreio dos Bandeirantes. Foi quando Robinho teria dito que “precisava de ajuda para a campanha”. Segundo ela, o assessor comemorava a surpreendente vitória de Witzel no primeiro turno, quando obteve o dobro de votos de Eduardo Paes.

O segundo encontro teria acontecido no Via Parque, na Barra da Tijuca, em 16 de outubro, quando ela entregou $ 50 mil em dinheiro ao assessor de Arolde.  Três dias depois,  um novo repasse de R$ 50 mil no mesmo local e mais  R$ 15 mil,  entregues em 26 de outubro, no mesmo shopping.

 

Comentários