Vacinação de jovens de 18 anos começa no DF

0

O primeiro dia de vacinação contra a Covid-19para o público a partir de 18 anos de idade, começou com tranquilidade, ao meio dia desta terça-feira (17) no Distrito Federal. Ao contrário de outras fases da campanha, não houve grandes filas e nem longas esperas para quem foi aos postos.

Durante a manhã, a vacinação foi direcionada para a aplicação da primeira e da segunda dose para quem tem 20 anos ou mais. O movimento dos postos também foi tranquilo, e sem muitas filas.

Ao todo, Brasília tem cerca de 60 pontos de vacinação para pedestres ou no modelo drive-thru, quando a pessoa não precisa sair do carro para ser imunizada. Os locais funcionam entre 8h e 22h, dependendo do posto (veja abaixo os endereços e horários).

Onde se vacinar no DF

Na Praça dos Direitos de Ceilândia, até às 13h, poucas pessoas esperavam e não havia fila. Na Praça dos Direito, no Itapoã, a fila era pequena e a espera de cerca de 15 minutos.

O músico Renato Kush, de 19 anos, comemorou a chegada da vacina: “A felicidade bateu mesmo pra gente e a vacina chegou”, disse ele.

“A gente vai ter a felicidade novamente de poder abraçar os amigos que a gente ama, a nossa família, isso é o mais importante né?”, afirma o jovem que também sabe da importância de tomar a segunda dose. 

Para facilitar o deslocamento até os postos, a Secretaria de Justiça se valeu de uma parceria com o aplicativo 99. Estão sendo distribuídos, de graça, vouchers no valor de R$ 20, às pessoas da faixa etária.

Para receber o benefício, os interessados devem se cadastrar pelo site do programa “Sua Vida Vale Muito“, da secretaria. O cupom pode ser usado em até 14 dias, na ida e na volta da vacinação.

Caso o valor da viagem ultrapasse o voucher, o passageiro paga a diferença. Se for menor, não há reembolso do valor, nem estorno. O voucher pode ser utilizado para ir a qualquer unidade de Saúde do DF.

Importância da segunda dose

 

Com essa nova etapa da campanha, o GDF diz que pretende concluir a vacinação, com a primeira dose, para toda a população adulta de Brasília. No entanto, nesta manhã, o governador Ibaneis Rocha (MDB) fez um lembrete sobre a importância de se concluir a imunização com a segunda dose.

“A imunização só é completa com a segunda dose da vacina. O que a gente tem visto é muita gente entendendo que já pode voltar à vida normal, somente com a primeira dose. Então, tem que tomar cuidado, tem que comparecer aos postos para a segunda dose”, disse Ibaneis. 

Comentários