URBITÁ A CIDADE DO FIM DE GOVERNO

0

No apagar das luzes do governo Rollemberg, o Correio Brasiliense traz uma notícia na pág. 17, Cidades, de 23/12/2018, que alvoroçou os brasilienses e trouxe uma serie de indagações?

Uma nova cidade, que vai abrigar 118 mil moradores num amplo espaço cercado de parques e prédios de até 10 andares que não terão cercas ou grades, interagindo entre si, compondo o novo modelo habitacional proposto para a classe média alta por empreendimento particular, foi o projeto desenvolvido com discrição máxima por incrível que pareça na última década e que teve sua aprovação no Conselho de Planejamento territorial urbano quinze dias antes do termino da atual gestão governamental.

Os questionamentos são muitos?

Porque tanto segredo numa época que todos exigem a transparência?

Qual será o impacto ambiental?

Surge uma nova Águas Claras; sem nem ter ainda resolvido os problemas que os grandes prédios trouxeram para o DF?

Quais as dificuldades que o novo governo enfrentará em relação ao trafego já difícil para Sobradinho e que com esta nova cidade será asfixiado.

Qual o impacto que os condomínios horizontais existentes nas áreas da fazenda do grupo deste empreendimento vão sofrer?

O grupo se diz dono 1,6 mil hectares que engloba condomínios já existentes e terras irregulares.

O projeto aprovado é de 922 hectares, dos quais somente 387hectares estão livres para receber o projeto. E o resto? Qual a real situação existente?

Outra informação importante é que a empresa está trabalhando para regularizar os lotes ocupados em 54 condomínios que existem de forma irregular no Grande Colorado, Boa Vista e Contagem, estes mutuários já sabem disso, estão a par de como será feita a regularização, qual o ônus que sobrará para cada morador, e eles terão seus direitos garantidos ou teremos uma outra derrubada à lá AGEFIZ, agora sob a batuta do MP?

Diante de tantas indagações e como o senhor governador do DF disse que vai governar para o povo fica aqui a grito de socorro da população do DF que quer saber o porquê deste projeto não ter sido apresentado à população e como esta nova cidade, que está sendo articulada debaixo de tanto sigilo, vai nascer, e o que o governo Ibaneis poderá fazer.

Comentários