Toffoli inválida escolha de voto aberto e manda senadores votarem secreto Toffoli também determina que senador Maranhão seja o presidente da Sessão

0

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, determinou na madrugada deste sábado (2) que a eleição para presidente do Senado seja feita por votação secreta.  A pedido do MDB e do Solidariedade ele anulou a decisão que senadores tomaram ontem,  de que o voto para presidência seria aberto e nominal, mandou senadores adotarem o voto secreto e determinou que José Maranhão presida a Sessão.

O voto aberto prejudicaria a candidatura de Renan Calheiros e o MDB ganha a ajuda do STF. A sessão que vai definir o novo comando da Casa está marcada para as 11h deste sábado.

Com uma canetada Toffoli se meteu em assuntos regimentais do Congresso,   anulou a votação conduzida pelo senador Davi Alcolumbre, horas de debate,  o desejo de 50 senadores pelo voto aberto, desqualificou maioria dos senadores para atender Renan Calheiros.

Comentários