Thiago Paraíso: O menino do mar

0

Foram nos preparos dos almoços e jantares em família que o menino Thiago sonhava em estar movendo panelas e acendendo o fogão. Aos nove anos pediu ao padrasto Carlos Fonseca que o ensinasse a cozinhar. Pedido negado!

Com o padastro Carlos Fonseca o principal incentivador da sua carreira.

Somente aos 12 anos Carlos ensinou o menino a preparar a comida que faziam juntos nos momentos de lazer para os encontros familiares. Nesse momento uma porta se abriu.

Assim que terminou o ensino médio, entre tantas profissões para um jovem a escolha foi o curso de gastronomia do IESB, e além de estudar já praticava a profissão, e junto com a namorada na época, faziam bolos e doces para vender. Confessa que sua grande paixão é a confeitaria.

Thiago na conceituada escola de gastronomia e hotelaria na Suíça

Ele queria mais. Ficou um ano na Austrália estudando inglês e logo arrumou um trabalho num restaurante de tapas. E ali já encontrou uma nova vertente numa profissão tão versátil, mas que exige muita objetividade.

Chegando na Suíça e já matriculado na Culinary Academy Arts Switzerland, uma das mais conceituadas no mundo em gastronomia e hotelaria. No último semestre a prova de fogo. Foi estagiar no Domaine Chateauvieux. Todas as resistências foram colocadas para o jovem de 23 anos. E o resultado foi o aprendizado em todas as etapas do funcionamento de um restaurante com premiações e estrelas Michelin.

Mousse de foie gras com uísque, figos e gel de seriguela.

De volta ao Brasil procurou oportunidades em restaurantes no Rio de Janeiro e São Paulo, mas através do incentivo dos pais abriram o restaurante intimista e dentro da sua casa o Saveur e após um ano o comentado Ouriço, ambos no Lago Sul, em Brasília.

Thiago elegeu o mar como sua cozinha. O menino mergulhou profundamente no éden aquático e nessa natureza tão leve e cheia de informações ele faz alta gastronomia. Brasília está deixando de ser uma cidade carente em profissionais de primeira linha.
Thiago Paraíso prova isso!

Ele é talentoso, leve, sutil e tem um amor tão grande pelo que faz que emociona.

O menino Thiago tem apenas 27 anos. Espero daqui 10, 20 e 30 anos subsequentes estar ouvindo as histórias do cozinheiro que nasceu com o dom pela gastronomia. Uma vez comentei com sua mãe Josiane Paraíso que se pudesse escolher um filho homem esse seria Thiago. Entre gargalhadas Josi pegou minha Catarina nos braços e quis realizar a troca….
Carlos orgulhoso do filho, disse que tudo que o Thiago faz é um sucesso.

Quando iniciei as minhas pesquisas sobre os chefs de Brasília fui fazer uma visita ao Saveur e conheci o Thiago e os seus sócios. Ele me encantou imediatamente. Pensei comigo, “esse menino tem algo diferente”, minha intuição não falhou.
Convidei para fazer parte da revista de lançamento da Mangiare e pedi que ele posasse nu.

Entre muitas conversas pela madrugada, o convenci que a foto seria totalmente artística e que jamais iria deixá-lo constrangido.
Ele aceitou.

Ensaio para a revista Mangiare / Foto: Alex Ferro

Convidei o fotógrafo Alex Ferro que veio do Rio de Janeiro para fazer esse ensaio. Era necessário um profissional experiente, que havia passado pelas revistas Ele e Ela, Manchete e com vasta experiência em cobertura de carnaval. De mulher nua ele entendia…. Mas fazer Thiago Paraíso engolindo um peixe foi um grande desafio.

O motivo no qual a foto foi publicada apenas com o nome dele era para chamar atenção da força artística do profissional que trabalha com aquele bioma. Poucos entenderam e muitos elogiaram.
Voa Thiago, vá em busca de novas experiências e construa na cidade sua identidade gastronômica.

Comentários