STF luta pela corrupção, protege Lula da prisão e libera corruptos à contratarem novamente com governo Empresas são liberadas pelo Supremo à voltarem a roubar dinheiro público

0

Criminosos contumazes, que costumam roubar o dinheiro público com ajuda de políticos, ganharam do Supremo  Tribunal Federal incentivos a mais para continuarem a meter a mão no dinheiro público.

O STF manteve o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, condenado em segunda instância por corrupção, longe do presídio, dando guarita para presidentes roubarem e se presos cumprirem pena com regalias em salas especiais com mordomia, televisão, esteiras e muito mais.  De quebra, o STF liberou empresas condenadas pelo Tribunal de Contas da União por roubarem nosso patrimônio, a voltarem a ser contratadas para suas práticas delituosas. O ministro Gilmar Mendes suspendeu decisão do TCU que impedia a Queiroz Galvão de firmar contratos com o governo

A Queiroz Galvão,  a Techint e a Empresa Brasileira de Engenharia foram suspensas pelo TCU em 2017 por roubarem na construção da Usina de Angra 3. Em abril deste ano, o ministro também impediu que o TCU punisse a Andrade Gutierrez

Os recursos que deveriam salvar vidas em hospitais, ensinar crianças em escolas ou policiar nossas ruas terá destino certo aos bolsos dos corruptos.

As decisões do STF nesta triste tarde de quarta-feira, logo na primeira semana de retorno do tribunal ao trabalho, assusta a população que fica refém da bandidagem.

Comentários