STF faz lambanças, tenta limpar, mas desobedece Bolsonaro fazendo sujeira todos os dias Supremo Tribunal Federal decide desdecidir o que havia decidido em benefício de criminosos

0

O Supremo Tribunal Federal não atendeu a sujestão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de fazer cocô dia sim, dia não, pelo bem do meio ambiente.

O ambiente no Supremo é de mau odor e defecações jurídicas diárias. Uma verdadeira diarréia em favor de criminosos da mais variada estirpe.

Ontem, para encerrar a semana, o ministro Gilmar Mendes disse que uma decisão dele, só vale para um caso, um “piriri”!

Isso mesmo! Espantem-se porque o ministro que decide sobre a constitucionalidade das leis e validade das decisões para todos, decidiu que a decisão dele valeria para apenas um caso.

Esta lambança foi para tentar limpar a defecação perpetrada pelo presidente da Suprema diarréica corte, que havia determinado a suspensão das investigações contra criminosos de toda espécie que tenha utilizado dados do COAF, ( Aqueles que mostram se o bandido movimentou dinheiro em contas nos bancos).

Pelo jeito, em meio ao ambiente de proteção ao crime instalado nas altas esferas do judiciário e corroborado  pelo desarranjo intestinal do Congresso Nacional,  ninguém quer dar ouvidos ao presidente da República.

Nesta semana aprovou em toque de caixa, leis que facilitam a vida do criminoso   e dificultam prisões tentadas contra eles mesmos, a lei do abuso.

Aqui, no Planalto Central pelo jeito, a  caganeira continuará a acontecer todos os dias e muitas vezes.

Deus nos salve dessa potrefação.

 

Comentários