Sítio de Lula fica com Moro, diz relator

0

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli rejeitou o pedido do ex-presidente Lula que pretendia retirar das mãos do juiz Sergio Moro o processo que investiga a propriedade do sítio em Atibaia, atribuída ao ex-presidente.

A decisão de Toffoli surpreende porque o relator do recurso havia retirado dos processos da Lava Jato em Curitiba, as delações premiadas da Odebrecht que faziam parte desse processo e do da compra de uma sede para o Instituto Lula, todas enviadas para a justiça de São Paulo.

Lula queria aproveitar a decisão de Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, que não viram relaçao das delações da Odebrecht com a montanha de dinheiro que eles roubaram da Petrobrás. A Lava Jato apura estes crimes e é juízo natural.
A quantidade de provas, obtidas pela Lava Jato, da relação corrupta entre o ex-presidente e empreiteiras serão utilizadas nos próximos julgamentos dos criminosos, mesmo sem o conteúdo das delações retirados pelo trio de ministros da Segunda Turma do STF.

Comentários