Senadores querem fichas sujas e dinheiro roubado nas eleições, defende Wewerton Políticos acreditam que a população está morta, surda muda e amarrada.

0

A cara de pau da bandidagem no Senado Federal supera todos os limites. O senador  Wewerton Rocha (PDT-MA), afirmou que os líderes de seus colegas na Casa legislativa estão de acordo com as propostas indecentes de auto proteção aos crimes cometidos pelos próprios políticos, e que devem ir para a votação.

Segundo Wewerton os líderes apóiam o aumento de dinheiro público para financiar as campanhas políticas e outras falcatruas como dificultar a identificação do uso de dinheiro roubado, aquele chamado por eles por um nome bonitinho, o “caixa 2″, mas que não passa de dinheiro sem origem ou fruto de crime, e pior, ele diz que essa é a vontade do povo. Sim, isso mesmo. Essa é a sua vontade.

“A cada eleição, o Congresso Nacional deve buscar aprimorar o processo eleitoral, de modo que ele traduza, da melhor forma possível, a vontade do eleitor. Nosso papel, como legisladores, é o de fixar regras claras e transparentes para o processo, ao mesmo tempo em que se garanta igualdade de oportunidades aos candidatos e o fortalecimento dos partidos políticos”, mentiu, sem ficar com a cara vermelha,  o picareta eleito pelos maranhenses, senador da República.

Se for aprovado, o projeto da bandidagem,  permitirá aumento no Fundo Eleitoral e afrouxará os mecanismos para prestação de contas dos partidos, liberando inclusive os fichas sujas para concorrerem.

As ratazanas da política querem agilizar as votações para está terça feira , hoje dia 17.

Comentários