Saída de Arruda do Governo já é dada como certa Nomeação de crítico ferrenho a Bolsonaro foi a gota d'água na relação

0

Flávia Arruda, com uma série de erros, já tem dada como certa sua saída da Secretaria de Governo do presidente Jair Bolsonaro. A gota d’água teria sido a nomeação de desafeto de Bolsonaro.

Joélio de Almeida Cunha foi nomeado nesta segunda-feira (7) como diretor do Departamento de Acompanhamento junto ao Congresso Nacional da Secretaria de Governo. A nomeação chegou a ser publicada no Diário Oficial.

No mesmo dia, no entanto, o governo publicou uma portaria para tornar a nomeação sem efeito.

Flávia Arruda, recentemente, também desagradou toda a Bancada Evangélica não acatando o nome indicado para Secretaria e para piorar vem nomeando pessoas críticas ao Presidente da República.

Nos bastidores dizem que sua saída já é esperada ainda está semana. Ainda existem porém, os bombeiros de plantão que estão pedindo sua realocação para o ministério do Turismo ou para o do Meio Ambiente.

A ida de Arruda para o Meio Ambiente ou Turismo seria bem vista em função dos problemas recorrentes nas pastas.

Para a vaga da Ministra é esperado um nome indicado pela Bancada evangélica, vista hoje pelo Planalto com estratégica.

Nomes nos bastidores são estudados pelo Deputado Cezinha de Madureira que é o coordenador da Bancada Evangélica.

Alan Rick ou Roberto de Lucena são visto com preferência pelo presidente, que ainda analisa o nome de Celina Leão. Outra solução seria a recriação do ministério do esporte em função da controversa realização da Copa América no Brasil.

Comentários