Ronaldinho Gaúcho preso no Paraguai Ex-Jogador foi levado ao presídio na noite de sexta-feira

0

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o irmão dele, Roberto de Assis, foram presos na noite desta sexta-feira (6) no Paraguai após prestarem depoimento à Justiça. Eles são acusados de entrarem no país vizinho com passaportes paraguaios falsos.

Ronaldinho e o irmão foram levados para passar a noite em uma cela da Agrupación Especializada da Polícia Nacional, considerado presídio de segurança máxima em Assunção.
Desde quarta-feira feira Ronaldinho e o irmão estão sendo investigados.
Inicialmente, o MP paraguaio havia decidido não acusar formalmente os brasileiros por considerar que ambos “reconheceram o erro”. Mas o juiz Mirko Valinotti rejeitou a recomendação dos promotores e ordenou que o caso dos dois irmãos continuasse sob investigação das autoridades paraguaias.

A agência internacional de notícias France Presse (AFP) informou que Ronaldinho e seu irmão serão convocados para uma audiência neste sábado (7).

O delegado de Polícia Nacional César Silguero disse que Ronaldinho e o irmão não ofereceram resistência à prisão. “Conversamos com os advogados, e eles não ofereceram resistência à prisão. No sábado (7) a Justiça vai determinar por quanto tempo eles podem ficar presos”.

A AFP também informou que ouviu o advogado do ex-jogador, Adolfo Marín. “A detenção ocorreu por ordem de um promotor que não tem participação no expediente. Esta prisão é algo incomum”, afirmou ele. “Não sabemos sequer sob que acusação foram detidos”, acrescentou Martín.

Comentários