Que País é este? Brasileiro assiste calado e atônito

0
Que país é este?

Com um governo repleto de corruptos, o Brasileiro assiste calado e atônito a todo tipo de manobra escusa para livrar os ladrões de punição. O presidente Temer, citado 43 vezes por apenas um dos executivos da maior empresa de fachada (facção Odebrecht), em uma delação premiada, nomeou uma quadrilha para governar o Brasil.

Sete ministros já foram demitidos, a maioria por conta de delações de seus crimes. O último a cair foi o assessor especial da Presidência, José Yunes, que pediu demissão nesta quarta-feira (14) depois de ser delatado por ter recebido R$10 milhões de reais roubados.  O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles é suspeito de remessa ilegal de dinheiro ao exterior.

O primeiro a ser demitido, o ministro do Planejamento, Romero Jucá foi gravado falando em sabotar a operação Lava Jato e ainda assim, depois de demitido, é o líder do governo no Senado.

Citado em delação, o ministro Henrique Alves caiu do Turismo por ter sido acusado de receber R$ 1,55 milhões roubados.

O secretário de governo, Geddel Vieira Lima, foi demitido por ter forçado o colega da Cultura a burlar a lei, apesar de já ser investigado pela Lava Jato.

O ministro da Cultura pediu demissão acusando Temer, isso mesmo, acusando o presidente de ter forçado a ele, burlar a lei e conceder licença para uma construtora ilegalmente.

Ouve também os que fizeram bobagens menores, como Fábio Medina da Advocacia-Geral da União por dar carteirada, demitir ilegalmente o presidente Ricardo Melo e nomear Laerte Rimoli presidente da EBC.

Os que ainda continuam no governo possuem pesadas acusações. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, é réu por improbidade administrativa.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, nega crimes na consultoria que deu para o holding J&F e a Eldorado Brasil, que fraudaram fundos de pensões.

O secretário do Programa de Parceria de Investimentos, Moreira Franco, é acusado de ter recebido R$ 3 milhões em propina.

O ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), acusado de receber R$ 23 milhões roubados.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o “KAFTA” recebeu R$ 2,5 milhões na partilha da quadrilha, segundo um dos comparsas delatores.

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, é investigado pelo Ministério Público por lavagem de dinheiro e é acusado de ser um dos maiores desmatadores do planeta.

Helder Barbalho, ministro da Integração Nacional, responde por improbidade administrativa.

O ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, foi representado por captação e gastos ilícitos na campanha de 2014.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, foi condenado por fraude no lixo e é investigado no Inquérito 4.157 por corrupção, peculato e crime contra a Lei de Licitações.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, é réu no STF falsidade ideológica.

Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente, é investigado por usar passagens áreas para o exterior com a mulher e filho.

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella foi condenado por improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito.

Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Agrário foi citado como recebedor de propinas. Dyogo Oliveira, do Planejamento também. Ele é acusado na Zelotes. Um fraudador.

A Lava Jato investiga os ministros da Defesa, Raul Jungmman, da Educação, Mendonça Filho, das Minas e Energia, Fernando Coelho Filho e das Cidades, Bruno Araújo. Eles foram citados na planilha divisão do roubo da facção Odebrecht.

Não vamos citar as manobras do STF para livrar a cara dos corruptos com foro privilegiado, nem das centenas de senadores e deputados acusados de roubarem o nosso dinheiro, mas a pergunta de Renato Russo ecoa como nunca: Que País é este?

Letra da música:

Que país é esse?  (Renato Russo)
“Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte eu descanso
Mas o sangue anda solto
Manchando os papéis, documentos fiéis
Ao descanso do patrãoQue país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

Terceiro mundo, se for
Piada no exterior
Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?”

Comentários