Projeto Bastidores da Cultura MENORES INFRATORES DO GAMA RECEBEM PROFISSIONAIS RENOMADOS PARA FALAR DE CULTURA

0

Desde o dia 2 de outubro, o projeto Bastidores da Cultura tem visitado semanalmente os jovens menores infratores, de 13 a 17 anos, que aguardam uma nova palestra na Unidade de Atendimento em Meio Aberto do Gama (UAMA-Gama).

O Bastidores da Cultura foi escolhido pelo programa do Fundo de Apoio à Cultura do GDF (FAC-GDF) “Cultura e Cidadania”, para ação específica nesta Unidade do Gama. O objetivo do edital é contemplar iniciativas em ações educativas que promovam a política de acesso a direitos culturais.

As ações do projeto têm o objetivo de dar acesso aos direitos culturais e aumentar o interesse no mercado da cultura, apresentando diversas profissões do mundo artístico dentro da cadeia de produção inerente a cada uma delas.

Ao todo, serão oito palestras com profissionais renomados em diversos segmentos como fotografia, música, teatro e literatura, com foco na cadeia de produção na cultura, enfatizando as possibilidades de empregos no setor e habilidades necessárias. As palestras são semanais e ministradas exclusivamente para os jovens da Unidade.

 

O que é a UAMA – Gama

As Unidades de Atendimento em Meio Aberto (UAMA) são responsáveis por executar as medidas sócio-educativas de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade determinadas pela Justiça a jovens menores de 18 anos. A equipe do Gama é composta por psicólogo, assistente social, pedagogo e agentes administrativos que devem criar e executar programas sócio-educativos. Eles trabalham com outras 14 Unidades do DF supervisionados pela Coordema da Secretaria de políticas para infância e adolescência do GDF em articulação com a Vara da Infância e Juventude, Ministério Público e Defensoria Pública e outros Órgãos e serviços públicos.

 

“O projeto Bastidores da Cultura foi recebido com muito carinho e trouxe um envolvimento da equipe porque amplia o conhecimento e a perspectiva dos adolescentes em relação às profissões relacionadas às artes além de além de oportunizar um eixo destacado pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) de promover a inserção social do jovem por meio da valorização da música, dança, teatro, entre outros. “

Carla Ferreira da Silva – Assessora Técnica – UAMA – Gama

 

Comentários