Procurado por corrupção no DFTrans Homem é suspeito de ser um dos líderes do esquema que deu origem à Operação Trickster, deflagrada em 2018

0

O suspeito é Ronaldo de Oliveira, 44 anos, acusado de ser um dos líderes do esquema de corrupção no DFTrans. A foto do suspeito foi divulgada na manhã desta quarta-feira (6/11) pela Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes – Corf.

Em março de 2018, a Polícia Civil deflagrou a Operação Trickster que tinha o objetivo de acabar com fraudes no sistema de bilhetagem no DFTrans. À época, as investigações apontaram que os dirigentes de uma cooperativa executava fraudes por meio da geração de créditos de pessoas com deficiência e do passe livre. Os pedidos inserido geravam boletos de cobrança, porém os recursos que deveriam ser repassados ao DFTrans não eram pagos e a fatura era registrada como quitada. As transações falsas criavam créditos em cartões de transporte que eram descarregados nas catracas da cooperativa.

Os investigadores afirmam de que há indícios de que o acusado estaria circulando por Brazlândia. Para dar informações, não é preciso se identificar. A Polícia Civil garante que o sigilo é absoluto. Confira os canais de denúncias:

O Disque-Denúncia, telefone 197 – ligação gratuita – 24 horas;

Telefones da 24ª DP: 3207-7931;

O e-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br;

WhatsApp (61) 98626-1197;

O Denúncia On-line: http://www.pcdf.df.gov.br/servicos/197

Fonte: Correio Braziliense

Comentários