Por que a chupeta faz mal? Veja o que dizem alguns especialista sobre o uso da chupeta

0

Por que a chupeta faz mal?

Alguns pais nos questionam a respeito dos malefícios da chupeta, a partir de qual idade eles devem começar a retirada do hábito, e caso não ocorra, quais os problemas que ela pode acarretar. Deve-se levar em conta, não apenas o aspecto odontológico, mas também o psicológico quando se introduz o hábito da chupeta, e quando se fala em remoção desse hábito.

Não existe consenso a respeito de oferecer ou não a chupeta para o bebê, mas alguns autores recomendam que não se deva oferecer a chupeta enquanto a amamentação no seio materno não estiver completamente estabelecida para o recém-nascido (Am Fam Physician. 2009 Apr 15;79(8):681-5.). Esses autores correlacionam também o uso da chupeta com a redução do risco da morte súbita do bebê e com o aumento do desmame precoce, entretanto, sem estabelecerem exatamente como isso ocorre.

Quanto aos malefícios para os dentes e arcadas, o uso prolongado ou muito frequente da chupeta pode acarretar mordida aberta, mordida cruzada e/ou projeção acentuada da maxila em relação à mandíbula. Recomenda-se não deixar a chupeta pendurada na roupa da criança durante todo o dia, não usá-la como forma de adiar o momento da alimentação, retirá-la logo após a criança adormecer e não usá-la para substituir o carinho do colo ou da atenção, tão importantes para a criança. Se o uso da chupeta for bastante reduzido, não será difícil a criança largar espontaneamente o hábito, por volta dos dois anos.

As maloclusões que, porventura, estejam presentes podem vir a se corrigir espontaneamente, sem intervenção profissional. Caso não ocorra a descontinuação do hábito, um profissional de odontopediatria deverá ser consultado, de modo a obter êxito, ao seguir as orientações fornecidas no post anterior. “Mas, e a mamadeira? Ela faz algum mal para o meu bebê?” Pode fazer sim, e esse será o nosso próximo papo na Bsb Magazine!!

Até lá! Um abraço carinhoso, Patrícia.

 

Comentários