Polícia prende milicianos que podem estar envolvidos com assassinato de Marielle Operação intocáveis prende

0

A operação Os Intocáveis, em Rio Pedras e outra localidades do Rio de Janeiro, deflagrada na manhã desta terça-feira (22), ja prendeu 4 dos 13 integrantes da milícia mais antiga do estado, com mandatos de prisão na operaçao.

Este grupo de milicianos é também acusado de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista.

Os alvos da força-tarefa do Ministério Público e da Polícia Civil do RJ são acusados de integrar milícia que age em grilagem de terras, crime combatido pela vereadora assassinada.

Já foram presos,
Maurício Silva da Costa, o Maurição ou Careca, chefe da milícia de Rio das Pedras;
Ronald Paulo Alves Pereira, major da PM; segundo as investigações, é chefe da milícia da Muzema e grileiro na região de Vargens Grande e Pequena;
Laerte Silva de Lima;
Manoel de Brito Batista, o Cabelo e
Benedito Aurélio Ferreira Carvalho, o Aurélio.

Comentários