PM mata médico durante abordagem na Asa Sul em Brasilia Policial atingiu torcedor depois do jogo do Flamengo

0

A Polícia Militar matou com um tiro na cabeça, o médico  endocrinologista Luiz Augusto Rodrigues, de 45 anos, foi durante uma abordagem na madrugada desta quinta-feira (28/11/2019), na 314/315 Sul em Brasilia.

Segundo a PM, os policiais viram dois homens em atitude suspeita no estacionamento próximo ao bar em frente ao Teatro dos Bancários, perto de uma caminhonete, e na  abordagem  um PM reformado (aposentado) que estava com o médico, teria  sacado uma arma e apontado para os PMs.

Um dos soldados reagiu e fez dois disparos, errou o alvo que estaria armado e   acertou o médico na cabeça. A vítima fatal estava desarmada. O PM aposentado estaria com um revólver calibre 38.

O tiro que atingiu Luiz Augusto foi efetuado com uma carabina, da Imbel, calibre 5.56. O médico morreu no local, sem socorro médico. O soldado se apresentou na 1ª DP e liberado depois do depoimento.

A Polícia Militar afirma que o tiro foi dado “diante do risco iminente” e que “os policiais não tiveram alternativa e efetuaram dois disparos, que atingiram um dos homens”.

Segundo testemunhas, antes da morte, o médico Luiz Augusto Rodrigues assistia ao jogo do Flamengo contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro no Bar e Restaurante Cabana.

Profissionais e comerciantes da rua, afirmam que o médico era frequentador da quadra e nunca teve problemas de comportamento, “sempre tratava a todos com cordialidade”, disse uma caixa que preferiu não se identificar, segundo ela, por “medo de represália de policiais despreparados”.

Comentários