PGR precisa defender o Brasil Decisão da segunda turma do STF que enfraqueceu a Lava Jato afronta o judiciário

0

A PGR não deve se calar em relação à decisão estapafúrdia da Segunda Turma do STF, que retirou trechos das relações da Odebrecht das mãos do juiz Sérgio Moro, na tarde de ontem.

A procuradora-geral da república, Raquel Dodge, já teria orientado sua equipe a estudar o caso para propor um  recurso urgente contra a decisão.

Entre as ações que podem ser tomadas estsao os embargos de declaração na própria Turma, considerando a decisão absurda capitaneada por Dias Toffoli, que não se declarou suspeito, apesar de ter sido indicado ao STF por seu ex-cliente, Lula e o PT, alvos de processos que tramitam na 13Vara de Curitiba.

O BSB Magazine, opina e e acredita que a PGR poderia pedir a anulação da decisão por ser atentado claro e tentativa de obstrução de justiça dos magistrados que têm plena consciência que retirar provas de um processo, sem justa razão, é ilegal, já que a Odebrecht apresentou em diversas oportunidades,  contratos que foram superfaturados na Petrobrás e empresas públicas relacionadas à exploração de petróleo para beneficiar corruptos.

 

Comentários