PGR pede mais 60 dias para investigar presidentes da Câmara e do Senado Rodrigo Maia, Eunício Oliveira são investigados em processo com Romero Jucá, Renan Calheiros e Lúcio Vieira Lima

0

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu mais 60 dias para concluir o inquérito sobre os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia e do Senado, Eunício Oliveira. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu mais prazo ao Supremo Tribunal Federal (STF) para continuar a investigação que foi aberta a partir das delações da construtora Odebrecht.

Além dos presidentes da Câmara e do Senado, também são investigados os senadores Romero Jucá e Renan Calheiros e deputado Lúcio Vieira Lima

A PGR analisa se os parlamentares embolsaram R$ 7 milhões roubados pela Odebrecht em superfaturamento de obras e repassado aos políticos em troca da aprovação de uma medida provisória que deu incentivos tributários a produtores de álcool e para a indústria química, além de outras edições de Medidas Provisórias do governo.

O relator da Lava Jato no STF, ministro Luiz Edson Fachin, deve decidir se concede mais prazo para a PGR.

Comentários