PF nas ruas contra fraudadores do auxílio emergencial da pandemia

0

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (6/4), a Operação Checker contra esquema de fraudes no recebimento do auxílio emergencial do governo federal na pandemia.

Pelo menos 12 agentes da PF cumprem dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão, em Umuarama (PR). O golpe deu prejuízo de cerca de R$ 1 milhão às vítimas e ao governo.

Segundo a PF, os criminosos usaram programas de computador geradores de CPFs e softwares chamados “checkers”, que indicavam os titulares aptos a receberem o benefício. Os saques eram feitos diretamente no caixa eletrônico, na agência bancária, ou então, quando em valores maiores, por meio de transferência do sistema PIX.

O prejuízo causado às vítimas e aos cofres públicos podem ultrapassar R$ 1 milhão. Além do prejuízo aos cofres públicos, centenas de pessoas foram privadas do recebimento do benefício, justamente no momento mais agudo da pandemia.

O líder do esquema já foi investigado por outros crimes similares, coordenando golpes anteriores na região de Umuarama que envolviam falsificação de documentos. Ele atuava no saque fraudulento do auxílio, com a utilização de softwares desenvolvidos por hackers, desde o início do programa.

Comentários