PF deveria ficar de olho em ministro amigo de Jucá João Otávio de Noronha do STJ contratou irmã de senador que não foi reeleito e responde diversos processos por corrupção

0

 O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha,  nomeou Helga Ferraz Jucá como assessora-chefe de Assuntos Parlamentares do STJ na publicação da portaria nº 316 do Superior Tribunal de Justiça, publicada hoje no Diário Oficial da União .

Acontece que Helga é irmã de Romero Jucá, senador  que foi barrado nas urnas e não retornará ao Congresso Nacional no ano que vem.

Jucá sempre conseguiu cargos para Helga, com o poder de lider dos governos de Lula Dilma e Temer, mas estranhamente, já praticamente fora do poder, emplaca a irmã em um emprego poderoso com salários de mais de 11 mil mensais.

Helga será a responsável por fazer a negociação entre o STJ e o Congresso Nacional. Resta a Polícia Federal ficar atenta nesta estranha relação entre integrantes do Legislativo e Judiciário, que deveriam fiscalizarem-se e não apaniguarem-se.

Jucá é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) em ação decorrente das delações de executivos da Odebrecht. O emedebista também é investigado em outros 12 processos em tramitação naquela Corte.

O réu  é acusado de ter cometido crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Alô polícia. Atenção ao juiz.

Comentários