Perfil da embaixada da China ameaça Eduardo Bolsonaro Bate boca começou depois que parlamentar falou sobre origem do Coronavirus

0

Mesmo depois da entrada do Itamaraty no entrevero entre o deputado federal Eduardo Bolsonaro e a embaixada da China, no Twitter, o perfil da Embaixada da China no Brasil voltou a atacar o filho do presidente da República, desta vez com ameaça.

“Você afirma que foi eleito pelo povo, mas fica a pergunta: será que está cumprindo os seus deveres como deputado?”

“A história nos ensina que quem insiste em atacar e humilhar o povo chinês, acaba sempre dando um tiro no seu próprio pé”, ameaçou o perfil da embaixada.

E ainda: “Os seus argumentos mostram que você não está arrependido pela sua atitude, tampouco ciente dos seus erros. Ao continuar a optar por ficar no lado oposto ao povo chinês, está indo cada vez mais longe no caminho errado.”

Quem escreve naquele perfil está indo longe demais, além do razoável, em nome do governo Chinês.

Na noite de quarta-feira 18/III, Eduardo culpou as autoridades chinesas pela pandemia do novo coronavírus. Já nesta quinta, Wanming disse que as palavras do parlamentar são um “insulto maléfico” contra a China.

Também na tarde desta quinta, o chanceler do governo de Jair Bolsonaro, Ernesto Araújo, disse que “é inaceitável que o Embaixador da China endosse ou compartilhe postagem ofensiva ao Chefe do Estado do Brasil”. Acrescentou, no entanto, que as críticas de Eduardo “não refletem a posição do governo brasileiro” e terminou dizendo que conversará com ambas as partes para “promover um entendimento mútuo”.

Comentários