Pânico ao pé de outra barragem ameaçada na madrugada de Minas Sirene de evacuação tocou em Barão de Cocais

0

A tragédia de Brumadinho, que repetiu a tragédia de Mariana, que nunca teve punição dos donos da empresa Vale, apavorou moradores de cidades mineiras na madrugada desta sexta-feira (8) e está prestes a se repetir com a intensidade das chuvas caindo nas barragens sem manutenção.

Mais de 500 pessoas saíram correndo de casa com a roupa do corpo por causa do toque da sirene que alertou para o risco iminente do desabamento da barragem da Vale na cidade de Barão de Cocais, em MG.

A Agência Nacional de Mineração determinou a saída dos moradores das comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras, todas do município de  Barão de Cocais, na Região Central de Minas Gerais, por causa da Barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da mineradora Vale.

Barragem gongo-soco pode desabar a qualquer momento

Segundo a mineradora, a decisão foi preventiva e ocorreu após a consultoria Walm negar a Declaração de Condição de Estabilidade à estrutura, mas a prefeitura do município diz em nota que a consultoria Waln aumentou o risco para nível 2.

Pelo jeito, a irresponsabilidade vai continuar matando vidas e os criminosos soltos, protegidos por juízes, delegados, desembargadores e ministros corruptos que enriquecem à custa das tragédias humanas.

Comentários