Pai mata ex-prefeito com tiro ao confundir com um ladrão Risco de manter arma em casa é grande

0

O ex-prefeito da cidade de Baraúna, no Curimataú da Paraíba, foi assassinado pelo próprio pai, ao ser confundido com um assaltante na noite desta segunda-feira (12). Segundo as investigações da Polícia Civil, o crime aconteceu quando o ex-prefeito Alyson Azevedo, que tinha 37 anos, foi até a casa do pai, Adilson Azevedo, também ex-prefeito da cidade,  e tentou arrombar a porta de entrada.

Alyson havia sido chamado por vizinhos porque uma fumaça estava saindo da casa de Adilson  e ninguém conseguia acordá-lo. O ex-prefeito correu até a casa do pai e tentou arrombar a porta. Ao perceber que alguém tentava arrombar a porta de sua casa, o pai atirou de dentro para fora e atingiu o filho achando que se tratava de um assalto.

Alyson Azevedo foi baleado no peito, chegou a ser levado para o Hospital de Picuí, mas não resistiu aos ferimentos.

A fumaça que saía da casa e chamou a atenção dos vizinhos era de uma panela que estava no fogão. O pai, Adilson Azevedo, vai prestar depoimento à polícia nesta terça-feira (13) sobre o caso. Alyson Azevedo foi eleito prefeito da cidade de Baraúna em 2008, pelo MDB, enquanto seu pai, Adilson Azevedo, foi o candidato eleito das Eleições 2000, pelo mesmo partido, na época ainda PMDB.

Comentários