Ontem e hoje … Bolsonaro, Rodrigo Maia e Renan Calheiros

0

Jair Bolsonaro preza gestos de solidariedade. Inúmeros políticos dos mais diversos partidos solidarizaram-se com ele por ocasião do atentado que sofreu. O presidente da Câmara Rodrigo Maia, (DEM-RJ), esqueceu as regras da boa convivência política, naquela ocasião. Fábio Ramalho do MDB-RJ, hoje candidato em oposição a Maia foi um dos que visitaram Bolsonaro no hospital, colocando seu gabinete à disposição do então candidato à presidência.

Não é céu de Brigadeiro

Rodrigo Maia conta as a adesão de lideranças do PSL, PDS, PRB, PSDB, PROS, PR, PPS, PSC e PODEMOS para se sagrar vencedor na disputa à presidência da Câmara dos Deputados. Mas no atual cenário onde o PSL está dividido, os deputados Fábio Ramalho (MDB-MG), Artur Lira (PP-Al) e Kim Cataguiri do próprio DEM já têm suas candidaturas postas à mesa de negociações e Marcelo Freixo (PSol-RJ) faz campanha buscando unir as oposições, a reeleição de Rodrigo Maia começa a perder forças na Câmara Federal. E o voto será aberto.

Renan, o político

#forarenan está entre as campeãs no ranking nacional

Não posso ser candidato em movimento anterior ao do MDB. O Partido é quem escolherá seu candidato

                                               Renan Calheiros

Renan Calheiros não quis colocar ainda seu nome na disputa à Presidência do Senado, declarou que aguarda a decisão do partido.

Comentários