Olho seco é mais comum nesta época do ano

0
770

Nos últimos dias, os brasilienses têm sentido os primeiros efeitos da seca. Não há previsão de chuvas desde o fim de julho e a umidade relativa do ar está perto de 30%. Neste período, é comum sentir ressecamento da pele e dos cabelos. Porém, os olhos também precisam de cuidados especiais.

O Dr. Ramon Barreto Neto, oftalmologista do Visão Institutos Oftalmológicos, em Brasília, alerta que o olho seco é um dos problemas mais recorrentes nesta época do ano. “Além do desconforto, ele pode ocasionar irritações e alergias oculares. Quem sofre de olho seco também está mais suscetível a desenvolver doenças como conjuntivite e blefarite, um tipo de inflamação que afeta pálpebra causando coceiras na região”, explica o especialista.

Porém, fique atento! Nem todo desconforto ocular é olho seco. “Muitas vezes, essa sensação de areia nos olhos é causada por alguma doença sistêmica ou até mesmo por disfunções nas glândulas lacrimais, responsáveis pela lubrificação dos olhos”, ressalta.

Por isso, não se esqueça de procurar um oftalmologista antes de passar na farmácia. “Assim, é possível identificar o problema e tratá-lo da forma mais adequada. Caso seja identificado o ressecamento dos olhos, o médico indicará qual o colírio mais indicado para solucionar o problema. Também é importante esclarecer que soro fisiológico não é recomendado para quem sofre de olhos secos, pois não tem a função de hidratar”, conclui o Dr. Ramon.

Fonte: Brasília Agora

Comentários