O tempero de Brasília

0
Foto: Lucas Marasta

Brasília é uma cidade que agrada a todos os paladares. Uma capital jovem, que ao longo de quase seis décadas de vida aprendeu a combinar em sua gastronomia temperos especiais com os quais os renomados chefs que aqui vivem aprimoram os pratos que levam à mesa do brasiliense diariamente.
Sim! Brasília é temperada!

Uma cidade de cidades misturadas e países compostos. Na capital cabe uma pitada de todos os sabores. A metrópole agrega um cardápio diversificado no qual há espaço para a cozinha nordestina, mineira, gaúcha ou internacional, seja ela latina, francesa, italiana, alemã, mediterrânea…

Com a gastronomia em expansão, grandes restaurantes surgiram nos últimos anos e se juntaram às casas tradicionais brasilienses.

As minhas raízes são de uma família mineira. A avó Violeta cozinhava e teve um dos primeiros restaurantes em Brasília, em 1957, quando seu primo Benedito Valadares convidou a família para “construir uma cidade nova”. Vem daí minha forte ligação com a capital e com a culinária.

Uma cidade que celebra Francisco Ansiliero, Gil Guimarães, Dudu Camargo, Lui Veronese, Divino Barbosa, Leandro Nunes, Luiz Trigo, Thiago Paraíso e tantos outros cozinheiros que em suas casas fazem o paladar da cidade ter mais sabor.

Mas entre chefs e jantares especiais, reverencio a estrela maior no cenário gastronômico da capital: Liana Sabo. Ela é a diva que sabe falar do que é servido na cozinha brasiliense. Em suas “Favas Contadas”, coluna publicada semanalmente no Correio Braziliense, a jornalista valoriza cada prato e história da culinária da cidade com leveza. Ela sabe comer, beber e transformar em ato histórico o prazer e o sabor de cada chef e seus restaurantes.

A gastronomia atualmente vive seu grande momento. E para o mundo, o Brasil é muito bem representado por Alex Atala. Um fenômeno e grande ícone que inspira jovens cozinheiros no país. Nos enchemos de orgulho em ter no nosso cardápio esse grande construtor da identidade gastronômica brasileira.
Essa coluna busca transmitir ao leitor a proposta dos grandes restaurantes de Brasília e do mundo, e mais saboroso do que vir uma foto de um prato publicada, é descobrir a história de cada cozinheiro. E tenho o maior gosto em contar diariamente para vocês as entrevistas feitas em Brasília e países que vou em busca de uma história de um chef estrelado.

Convido a todos a estarem acompanhando as entrevistas que faço aqui e acolá contadas com pitadas de sal, pimenta, açúcar e, é claro, muito amor e emoção.
Bom apetite!

Comentários