O QUE É ISSO COMPANHEIRO? TENTATIVA DE GENOCÍDIO E TIRANIA EM MOVIMENTO SINDICAL!

0

O político esquerdista, senador licenciado, Cid Gomes, irmão do socialista Ciro Gomes, a bordo de retroescavadeira, tentou assassinar policiais, suas mulheres e filhos, hoje à tarde, em Sobral.

O senador socialista investiu covardemente contra pessoas que lutavam por reajuste salarial de forma legitima e pacifica. A greve é uma ação que sempre divide opiniões, mas muitos não sabem que ela é um direito garantido ao trabalhador pela nossa Constituição. No Brasil a greve é regulamentada pela Lei 7.783/1989 e considerada “[…] a suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação pessoal de serviços a empregador.”. É também um direito garantido pela Constituição Federal, que em seu artigo 9º assegura aos trabalhadores o direito de greve como meio de defender seus interesses, portanto consiste em um exercício de poder que já é tradição em países democráticos, entre eles o Brasil.

Policiais cearenses e familiares que apenas solicitavam reajuste salarial, de modo ordeiro e legal, testemunharam verdadeira truculência de um ditador socialista.

Para proteger seu camarada, o governador Camilo, petista, o irmão de Ciro Gomes tentou atropelar e matar dezenas de pessoas inocentes.

O ato terrorista e covarde só não foi consumado porque um bravo policial o impediu, disparando projéteis de borracha contra o ombro do criminoso.

Com uma imprensa imparcial a população do Ceará, bem como todo povo brasileiro estaria aguardando o repúdio geral da imprensa ao gravíssimo crime do senador esquerdista e cobrando para que ele seja expulso do Senado e condenado judicialmente.

Nunca se viu algo igual na história do Brasil. Um ato violento e covarde que poderia resultar em enorme tragédia.

Cid Gomes sempre foi, apesar dos cargos que ocupou e ocupa, um político polêmico e truculento que vive as sombras do irmão Ciro Gomes.

A bem da verdade, sempre foi o “irmão de Ciro Gomes”. Até então, a coisa mais importante que fez foi dizer em público a famosa frase “O Lula tá preso, babaca”.

A forma como a esquerda reage ao poder das manifestações, por vezes com repúdio e noutras com desconcerto, reflete uma certa dificuldade para admitir que a mobilização popular pode ser usada contra ela. Governantes e políticos esquerdistas parecem que estão encapsulados em suas próprias estruturas, a esquerda se caracteriza por atribuir ao Estado papel ativo na redução da injustiça social ou da desigualdade malgrado vem produzindo o contrário do que prega.

 

Por: Rosa Cunha Lima
Comentários