O crime compensa: Juiz libera ladrão para correr com malas de dinheiro do povo O crime compensa se você for julgado por esse juiz do TRF-1 que revogou o recolhimento domiciliar imposto a Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Michel Temer flagrado recebendo R$ 500 mil da JBS em 2017

0

Na maior cara de pau, um juiz liberou aquele politico Ladrão,  flagrado correndo  umno com uma mala com meio milhão de reais roubados.

Incrível, mas é isso mesmo. O  juiz  federal Marcelo Albernaz,    do TRFT1  retirou a obrigaçao de Rodrigo Rocha Loures de  ficar em casa de noite. Antes outro desajuizado magistrado ja havia liberado o criminoso de usar tornozeleira eletrônica, pena imposta para criminosos de colarinho branco que conseguem colocar no bolso seus julgadores.

Se tivesse roubado uma lata de leite em pó, estaria em um presídio, mas no país do futebol, onde eles não se importam com alcunha de “Juiz Ladrão”, os criminosos vão rindo da cara do cidadão comum.

A  punição já não era quase nada , para quem foi flagrado roubando dinheiro que poderia salvar vidas nos hospitais ou evitar enchentes, mas ainda piorou com a ajuda desse juiz federal Marcelo Albernaz que  revogou o recolhimento domiciliar imposto a Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Michel Temer flagrado recebendo R$ 500 mil da JBS em 2017.

A decisão de Marcelo Albernaz, convocado na ausência do desembargador Neviton Guedes, escancara a potrefação do judiciário.

Na prática, o juiz liberou Rocha Loures para sair de casa entre 20h e 6h e também nos fins de semana e feriados. Em novembro passado, a Justiça Federal em Brasília já havia autorizado a retirada de sua tornozeleira eletrônica.

O crime compensa. Pelo menos por enquanto. Uma Lava TOGA se torna mais urgente e necessaria, a cada dia que passa.

Comentários