Nova York tem mais mortes por vírus do que no 11 de setembro

0

O Estado de Nova York, com uma população de quase 20 milhões, agora tem mais casos confirmados de coronavírus do que a Itália, uma nação de 60 milhões que foi a primeira na Europa a ser devastada pela doença . E na cidade de Nova York, onde o número total de mortes registradas aumentou para 4.009, o vírus já matou mais vidas do que os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

O prefeito Bill de Blasio, falando na CNN na manhã de quarta-feira, disse que o número não inclui centenas de pessoas que morreram em suas casas.

“A verdade é que o coronavírus está causando essas mortes muito trágicas”, disse ele. “Estamos falando de 100 a 200 pessoas por dia.”

Segundo o jornal New York Times, o aumento no número reflete o atraso considerável entre o tempo em que as pessoas são infectadas e o dia em que morrem, teria dito o governador Andrew M. Cuomo. Ele também alertou que os ganhos poderiam ser rapidamente desfeitos se as pessoas parassem de seguir os protocolos de distanciamento social.

Como a Itália na Europa, Nova York teve o infortúnio de ser o primeiro lugar nos Estados Unidos, onde o vírus se propagou profundamente na população. Mas uma investigação do New York Times também constatou que os primeiros erros, incluindo atrasos no fechamento de escolas e falha em quebrar a cadeia de transmissão dentro das famílias, se mostraram caros.

Mesmo sem levar em conta essas mortes, Nova York, Nova Jersey e Connecticut anunciaram seus maiores números diários de mortes nesta semana, respondendo por 1.034 das 1.800 mortes em todo o país.

Comentários