Nota de R$200 facilita corrupção, diz procurador

0

A decisão do governo de imprimir notas de R$200,00 sem o Brasil estar num ambiente econômico de hiperinflação, pode ter um motivo nada democrático. O procurador federal Júlio Marcelo disse no Twitter que as notas que serão lançadas pelo Banco Central em agosto, “favorecerão a corrupção”.

Ontem, o Banco Central anunciou a impressão de R$ 450 milhões das novas notas, que terão a imagem de um lobo-guará.

Segundo o procurador, “Malas e mochilas poderão ser menores, mais leves e mais discretas. No início do ano passado, cogitou-se retirar de circulação as notas de R$ 100 para dificultar transações ilícitas em espécie”, alertou.

Casos de políticos famosos escondendo dinheiro roubado em malas não faltam. Em 2017, ex-ministro Geddel Vieira Lima foi preso por esconder R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador.

Malas recheadas de dinheiro em apartamento de Geddel

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures , então assessor do presidente Michel Temer, foi flagrado em 2017, pela PF correndo com a mala que recebeu de Ricardo Saud da J&F recheada de dinheiro roubado dos cofres públicos.

Rocha Loures corre com mala de dinheiro roubado dos cofres públicos

Comentários