MP pede prisão de João de Deus Médium é acusado de mais de 200 assédios sexuais

0

A força-tarefa do Ministério Público de Goiás acaba de protocolar no Forum de Abadiânia no estado, um pedido de prisão preventiva do médium conhecido como João de Deus.

João Teixeira de Faria reapareceu na manhã desta quarta-feira 12, se dizendo inocente.

A forca-tarefa acredita que o médium pode coagir vítimas e testemunhas.

Comentários