Morte de Tigre de Bengala branco vai ser investigada, diz Daniel Donizet Felino de 200 kilos morreu depois de uma doação de sangue

0

A morte de Dandy, um tigre-de-bengala branco, aos 10 anos de idade no zoológico de Brasília, vai ser investigada, segundo o deputado distrital, Daniel Donizet. O parlamentar pediu explicações da secretaria do Meio Ambiente do Distrito Federal.

“Nós protocolamos esse requerimento para saber quais são as reais condições do zoológico e também para fazer uma fiscalização mais efetiva. Nosso intuito é contribuir com essa gestão para que casos como esses não ocorram mais”, explicou o parlamentar.

Em nota de pesar, a entidade afirmou que Dandy acordou apático e, mesmo após ser atendido pela equipe médica, não resistiu. Segundo o zoológico, a causa da morte será divulgada assim que saírem os resultados dos exames.

Dandy passou por exames para que pudesse doar sangue à fêmea da mesma espécie que vive no local, a tigresa Maya.

Ela foi diagnosticada com uma infecção no útero e precisou passar por cirurgia na última semana. Nas redes sociais, a divulgação de uma foto de Maya, que vive no local, sobre uma poça de sangue repercutiu de forma bastante negativa.

Como se não bastasse o caso dos felinos, ainda há o sumiço de uma cobra. O animal fazia tratamento no hospital veterinário do zoológico. Os responsáveis estão à procura da píton-indiana e garantem que espécie não é perigosa.

A informação veio da própria instituição. Duas cobras estavam fazendo um tratamento, no último dia 12 de setembro, no hospital. No dia seguinte uma delas não estava mais onde havia sido deixada.

Comentários