Morre deputado condenado na Lava Jato por covid-19 Nelson Meurer foi deputado federal por 26

0

O ex-deputado federal e presidiário Nelson Meurer morreu aos 77 anos, na manhã deste domingo (12), por Covid-19 no Paraná. Meurer foi o primeiro a ser condenado no Supremo Tribunal Federal em investigações da Lava-Jato.

A morte foi confirmada pelo advogado Michel Saliba e pela direção da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, onde ele cumpria a pena de 13 anos e 9 meses, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O presidiário estava internado em um hospital particular desde terça-feira (7), com riscos por ser cardiopata, diabético, hipertenso e renal crônico.

A confirmação do diagnóstico de coronavírus foi divulgada pela defesa dele, na quinta-feira (9).

Segundo Michel Saliba, o corpo de Meurer deve ser cremado. Saliba disse que diversos pedidos de prisão domiciliar para Meurer foram negados pelo STF, desde novembro de 2019. O ex-deputado foi preso em outubro.

Nesta semana, o advogado entrou com um novo pedido de prisão domiciliar na Suprema Corte, que não recebeu decisão até este domingo.

A defesa havia argumentado no pedido de prisão domiciliar sobre as doenças pré-existentes de Meurer, a idade avançada e a confirmação de ter contraído o novo coronavírus.

“A situação toda é que ele não ficou em isolamento. Quem está em uma cela, com contato, em um ambiente prisional, está sujeito a isso. Infelizmente, essa realidade poderia ter sido evitada”, lamenta Saliba.

Comentários