Moro vai fiscalizar trabalho escravo e comandará concessão de sindicatos Onix Lorenzoni disse que ministério do trabalho será extinto

0

O futuro ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni afirmou nesta segunda-feira, 3,  em entrevista à Rádio Gaúcha, que o ministério do Trabalho deixará de existir no governo de Jair Bolsonaro.

As funções do ministério do Trabalho  serão divididas entre os ministérios da Justiça, da Cidadania e da Economia.

“O atual Ministério do Trabalho, como é conhecido,  ficará uma parte no ministério do doutor Moro, outra parte com Osmar Terra e outra parte com Paulo Guedes”, disse.

Segundo Onix Lorenzoni, o ministério da Justiça, que será comando por Sérgio Moro, vai  a fiscalizar o trabalho escravo e decidirá sobre a concessão de cartas sindicais.

De acordo com Lorenzoni, as políticas ligadas ao emprego ficarão em parte, com  Paulo Guedes no ministério da Economia e no da Cidadania, com Osmar Terra.

Comentários