Moro quer agentes disfarçados como no FBI, contra o crime organizado Policiais vão agir como nos filmes de hollywood e os crimes vão valer na justiça

0

O juiz federal Sergio Moro, disse que vai apresentar em 2019 um projeto com medidas contra a criminalidade baseado em combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos. Ele quer agentes da Polícia Federal infiltrados e disfarçados para desmascarar e desmantelar quadrilhas de criminosos, como se vê nos filmes sobre o FBI.

Um caminhão de drogas sendo entregue em negociações entre traficantes e a polícia cercando e dando o flagrante em ações cinematográficas é o que pode esperar o cidadão brasileiro, se tudo depender do futuro ministro da Justiça. A ideia é que os agentes da polícia, infiltrados, passem a negociar, disfarçados de criminosos, com os bandidos e participem de crimes para desmantelar o esquema.

Durante o Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, promovido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, nesta sexta, 23, Moro disse que vai apresentar um projeto de lei contra a corrupção logo no início da próxima legislatura.

“A corrupção está desenfreada, crime organizado está cada vez mais forte. Crime violento, que afeta a todos, principalmente minorias. É um projeto em gestação. O foco vai ser agenda contra corrupção, anticrime organizado e contra o crime violento”, explicou o juiz afastado da Lava Jato.

Moro defendeu ainda a aprovação de leis que deem respaldo legal à realização de “operações disfarçadas”, sem que isso comprometa a punição futura do criminoso. “Nos Estados Unidos são feitas operações disfarçadas. É preciso colocar na lei que vender ou entregar droga a um agente disfarçado constitui crime. A mesma coisa em relação a armas e lavagem de dinheiro. Não exclui o crime. O policial está lá para revelar o crime” explicou Moro.

Comentários