Moro diz que PT mente contra Justiça Juiz federal respondeu questionamento do Conselho Nacional de Justiça

0

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Lava Jato, respondeu aos questionamentos do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, afirmando que ele não inventou a delação de Antônio Palocci, ex-dirigente do PT que está preso em Curitiba.

Moro fez fortes críticas aos petistas. Segundo o juiz federal, a representação movida contra ele, “insere-se na linha adotada por alguns agentes do PT de buscarem criminalizar a atividade jurisdicional”.

Para o juiz, os petistas recorreram a “ofensas, mentiras e representações disciplinares” que foram indeferidas em outro pedido do PT pelo CNJ.

As respostas foram dadas  ao Conselho Nacional de Justiça, que havia solicitado explicações do juizjsobre a divulgação do anexo I da delação de Palocci, o juiz disse também que não houve “qualquer intenção de influenciar as eleições gerais de 2018” e que “Publicidade e transparência são fundamentais para a ação da Justiça e não deve o juiz atuar como guardião de segredos sombrios de agentes políticos suspeitos de corrupção.”

Para o magistrado “O fato é que o Juízo não pode interromper os seus trabalhos apenas porque há uma eleição em curso”, afirmou o Sérgio Moro.

 

Comentários