MORO DIZ QUE NÂO DEFENDE INTEGRANTES DO GOVERNO, NEM NINGUÉM Revista Veja questionou ministro sobre os casos sob investigação de integrantes do governo

0

O ministro da Justiça, Sérgio Moro respondeu com clareza aos questionamentos da revista Veja sobre as suspeitas que recaem sobre depósitos bancários do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente e sobre a utilização de caixa dois em campanhas eleitorais do Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Moro foi categórico e disse que não é advogado de ninguém.

“O ministro da Justiça não é o advogado dos integrantes do governo ou de pessoas que nem sequer entraram no governo. Meu papel é dar estrutura, liberdade e autonomia aos órgãos que atuam dentro do Ministério da Justiça, e entre eles estão o Coaf e a Polícia Federal. Meu papel é diferente, não é ficar advogando, como faziam outros ministros da Justiça do passado. Acho uma conduta inapropriada.”

Comentários