Moro diz que avanços do crime, proporcionados pelo STF, não podem ser frustração, mas motivo de reação Ministro quer a aprovação de lei que garanta prisão em segunda instância e pacote anticrime

0

O ministro da Justiça, Sérgio Moro conclamou o Brasil para reagir ordeiramente contra os avanços conquistados pelo crime organizado e a corrupção no STF.

Pelo Twitter o ex-juiz da Lava Jato chamou, neste dingo (10),  de efêmera a votação que derrubou a prisão em segunda instância.

A decisão do STF já colocou nas ruas condenados como o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e o ex-ministro da Casa Civil no governo do criminoso, o também condenado José Dirceu que já articulam partir para a violência nas ruas do Brasil.

A resposta aos avanços efêmeros de criminosos não pode ser a frustração, mas, sim, a reação, com a votação e aprovação no Congresso das PECs para permitir a execução em segunda instância e do pacote anticrime.

O ministro utilizou uma foto.de.um.outdorr que apoia o pacote anticrime.

 

Comentários