Ministro da Educação multado por falta de educação Ele pode ser preso por não usar máscara

0

O Brasil é surreal. O ministro da Educação, Abraham Weintraub foi multafo em R$ 2 mil por não usar máscara em vias públicas do Distrito Federal, ou seja não teve a educação de respeitar o próximo.

A multa foi aplicada porque o ministro não descumpriu a lei sanitaria durante um protesto que apoiava o presidente Jair Bolsonaro neste domingo (14), na Esplanada dos Ministérios, .

O uso da máscara de proteção contra o novo coronavirus é obrigatório em áreas públicas da capital desde o dia 30 de abril. Além da multa o ministro pode pegar até um ano de cadeia pelo crime de infração de medida sanitária. O Ministério Público do DF é quem deve abrir a investigação criminal.

Apesar de a multa ter sido encaminhada ao gabinete do ministro, a assessoria de comunicação disse o ministro não foi notificado e que a pasta não comentará o caso.

O Distrito Federal informou que, até esta segunda-feira (15), mais de 61 mil pessoas foram abordadas sem máscaras, mas não se recusaram a usar quando advertidas e que apenas duas pessoas foram multadas. O ministro da Educação de Bolsonaro e uma servidora publica.

“A Secretaria DF Legal informa que a operação de fiscalização do uso obrigatório de máscaras é feita em todo o Distrito Federal por 10 órgãos que compõem a força-tarefa composta pelo GDF.”

Weintraub é investigado no inquérito do Supremo Tribunal Federal que apura disseminação de fake news e ofensas a ministros da Corte. Em depoimento à Polícia Federal, Weintraub se negou a responder o interrogatório e ficou calado.

Comentários