Merenda e material escolar foram roubados em contratos superiores a R$ 1,6 bilhão Políticos não se cansam de prejudicar crianças

0

A Polícia Federal descobriu que grupos criminosos agiam em 30 municípios, cooptando prefeituras para direcionar licitações de fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços. Os contratos investigados ultrapassam R$ 1,6 bi.

São 13 prefeitos, quatro ex-prefeitos, um vereador, 27 agentes públicos e mais 40 investigados da iniciativa privada. Um dos alvos da Operação Prato Feito, deflagrada hoje, é o prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, que já é alvo de outra investigação, a operação “Xibalba” sobre envolvimento com o PCC e lavagem de dinheiro.

A Controladoria Geral da União diz que 65 contratos são suspeitos de fraude.  Os investigados responderão pelos crimes de fraude a licitações, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, com penas que variam de 1 a 12 anos de prisão.

A operação Prato Feito da PF é em parceria com a Controladoria Geral da União, e desarticulou cinco grupos criminosos suspeitos de desviar recursos da União destinados à educação em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal.

São 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e suspensão de contratos de 29 empresas com o poder público.

Todas as medidas foram expedidas, a pedido da PF, pela 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo e pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região. O TRF 3 negou 62 pedidos de prisão de políticos e empresários.

De acordo com a PF, as investigações apuraram que os grupos criminosos agiriam em 30 municípios no total, sendo 19 em São Paulo.

Veja a lista de onde foram cumpridos os mandados de busca.

Bahia:  Salvador

Distrito Federal: Brasília

Paraná: Curitiba

São Paulo:

Araras
Barueri
Boituva
Caconde
Cajati
Cosmópolis
Cubatão
Embu das Artes
Francisco Morato
Guarulhos
Holambra
Hortolândia
Itaquaquecetuba
Jaguariúna
Jundiaí
Laranjal Paulista
Leme
Mairinque
Mauá
Mogi Guaçu
Mogi-Mirim

Mongaguá
Monte Alto
Monte Mor
Paulínia
Peruíbe
Pirassununga
Registro

Santo André
Santo Antônio da Posse
Santos
São Bernardo do Campo
São Paulo
São Roque
São Sebastião

Socorro
Sorocaba
Tietê
Várzea Paulista
Votorantim

 

Comentários