Maurício Valeixo exonerado da direção da PF Diário Oficial publicou exoneração, a pedido de Valeixo

0

O diretor-geral da PF, Mauricio Valeixo foi exonerado do cargo nesta sexta-feira, 24 a pedido.

Valeixo foi o pivô da crise entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro e o presidente Jair Bolsonaro noticiado ontem.

Moro estava insatisfeito com a decisão de Bolsonaro de trocar o comando da Polícia Federal. Nem Moro, nem Bolsonaro se pronunciaram publicamente sobre o desgaste.

A saída de Valeixo, a pedido pode por fim ao desentendimento. O ex-diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo, é amigo de longa data de Moro e foi superintendente da PF no Paraná durante a Operação Lava Jato.

O ex-juiz, que deixou a carreira na magistratura para assumir a pasta no governo Bolsonaro, foi informado pelo presidente sobre a saída de Valeixo do cargo.

Superintendente da PF em Curitiba entre 2009 e 2011, Valeixo voltou a ocupar o cargo em dezembro de 2017, quando substituiu o delegado Rosalvo Ferreira à frente do braço paranaense da Lava Jato. Ele ficou no posto até ser escolhido por Sergio Moro para chefiar a corporação, em novembro de 2018.

Veja a publicação da exoneração aqui:

Diário Oficial pública exoneração de Maurício Valeixo

Comentários