Manuela D’Ávila foi elo entre Intercept e hacker Em depoimento, "Vermelho" diz que ex-candidata a vice-presidente de Haddad o ajudou a falar com Glen Greenwald

0

O hacker Walter Delgatti Neto, conhecido como Vermelho, disse em depoimento dado à Policia Federal, que dez minutos depois dele mandar um áudio roubado de celulares de dois procuradores para  a ex-deputada Federal Manuela  D’Ávila,  o dono do site The Intercept, Glenn Greenwald o chamou em mensagem no Telegram.

Leia parte do depoimento em que Vermelho envolve a ex-candidata a vice-presidente da República pela chapa do PT, na trama:

“QUE na manhã do Dia das Mães de 2019, ligou diretamente para MANOELA D’ÁVILA afirmando que possuía o acervo de conversas do MPF contendo irregularidades; QUE ligou para MANOELA D’ÁVILA diretamente da sua conta do TELEGRAM e disse que precisava do contato do jornalista GLENN GREENWALD; QUE a princípio MANOELA D’ÁVILA não estava acreditando no DECLARANTE, motivo pelo qual fez o envio para ela de uma gravação de áudio entre os procuradores da República ORLANDO e JANUÁRIO PALUDO; QUE no mesmo domingo do Dia das Mães, cerca de 10 minutos após ter enviado o áudio, recebeu uma mensagem no TELEGRAM do jornalista GLENN GREENWALD, que afirmou ter interesse no material, que possuiria interesse público;

Comentários