Manifestações contra STF marcam o sábado no Brasil Atriz Te Regina Duarte reclamou do fim da prisão em segunda instância na Avenida Paulista

0

Milhões de Brasileiros, indignados com a decisão do STF em acabar com as prisões de condenados em segunda instância, foram às ruas neste sábado (9).

As manifestações aconteceram nas capitais e em cidades do interior dos estados.

Na Avenida Paulista, em São Paulo, a atriz Regina Duarte se juntou ao grupo que pedia o fim da impunidade e dos recursos protelatórios.

A  decisão do STF, permite que réus condenados só possam ser presos após o trânsito em julgado, isto é, depois de esgotados todos os recursos judiciais.

A decisão levou à soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deixou a carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba nesta sexta (8), de José Dirceu, Eduardo Azeredo ex-governador de Minas Gerais e outros condenados.

Na capital do Brasil, manifestantes caminharam na frente do Congresso Nacional.

Manifestações na Esplanada dos Ministérios contra decisão do STF que derrubou prisão em segunda instância

Em Fortaleza (CE), o protesto se concentrou na Praça Portugal, no bairro Aldeota, por volta das 16h30. Vestindo roupas com as cores verde e amarelo, os manifestantes levaram bandeiras do Brasil e seguraram cartazes com frases contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão após condenação em segunda instância.

Fortaleza reclama da impunidade de condenados em segunda instânciaTodas as 27 capitais tiveram manifestações contra a decisão do Supremo.

Nas cidades do interior como em Jaraguá  do Sul(SC), os manifestantes se reuniram na praça Angelo Piazzera durante a tarde. Em Joinville(SC), a manifestação foi na Praça da Bandeira, na região central. O ato começou às 16h e durou uma hora.

Já em Chapecó (SC) os manifestantes se reuniram na Praça Coronel Bertaso no centro da cidade.

Comentários