“Mala grande” de Gilmar afasta juiz que criticou STF Punição foi aplicada pelo Conselho Nacional de Justiça presidido por Dias Toffoli

0

O Conselho Nacional de Justiça – CNJ puniu com afastamento por dois anos do trabalho, o juiz Glaucenir de Oliveira, de Campos dos Goytacazes, por ele ter acusado Gilmar Mendes de receber propina para soltar o criminoso ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho em 2017.

Ao anunciar a punição ao juiz que mandou prender o corrupto, o “Amigo do Amigo do Meu Pai” da lista de corrupção da Odebrecht, disse que
“Não se pode brincar com o STF”.

O Juiz foi afastado porque divulgou um áudio por WhatsApp, onde comentou que a “mala foi grande” para Gilmar Mendes soltar o corrupto ladrão dos cofres públicos que governou o Estado do Rio de Janeiro com codinome Garotinho.

.

Comentários