“Mãe do Rio” puxa orelha de prefeito e governador por falta de atendimento em hospitais Crise na saúde pública mobiliza artistas, personalidades da sociedade e Ministério Público

0

A crise sem precedentes na saúde pública no Rio de Janeiro é investigada pelo Ministério Público do Estado e já tomou dimensão e repúdio de artistas, entidades públicas de servidores e personalidades da alta sociedade.

A Defensoria Pública da União também já se manifestou pedindo providencias. Em um vídeo postado nas redes sociais a empresária e pré-candidata a prefeitura, Ariadne Coelho dá um puxão de orelha nos governantes.

Para ela, o descaso é resultado de disputa política e pede para pararem de “brincar de política” e tomarem atitude de gestores. Ariadne suplica aos governantes que tenham mais compaixão pelos que precisam de atendimento médico.

Assista o vídeo aqui:

Cerca de 250 profissionais da saúde do Rio de Janeiro fizeram uma manifestação na tarde desta segunda-feira (9) contra o desmanche na saúde pública e a gestão do atual prefeito do Rio Marcelo Crivella. O protesto pacífico foi acompanhado por policiais do 4º BPM. Os manifestantes chegaram a fazer o bloqueio da pista lateral da Avenida Francisco Bicalho, sentido rodoviária.

Manifestantes criticam Marcelo Crivella por descaso com a saúde

Durante o ato, a categoria também decidiu paralisar as atividades nas unidades de saúde do município. Na votação, ficou decidido que as emergências do município funcionarão em regime de apenas 30% da escala nesta terça-feira (10). Já os ambulatórios e a atenção primária devem ficar sem funcionamento integral nos próximos dois dias.

Comentários