Má fé da Globo ataca Flávio Bolsonaro Jornal Nacional disse que depósitos foram separados em dois mil para fugir de fiscalização, mas omitiu que este é o limite

0

O Jornal Nacional desta sexta-feira, (18) patrocinou um show de ataque ao senador eleito Flávio Bolsonaro.

A intenção clara da TV Globo é complicar o governo de Jair Bolsonaro, atacando o senador eleito, filho do presidente.

A Globo se esqueceu que as eleições passaram e disse que houve sequências de depósitos na conta do senador eleito,  fracionados em R$2000,00 reais para fugir da fiscalização, sendo que a verdade é que ninguém, nenhum ser pode depositar mais que R$2.000,00 reais por envelopes no banco Itaú.

Este é o limite para o depósito. Portanto, se alguém for depositar R$10.000,00 terá que fazer 5 depósitos de R$2000,00, ou esperar uma hora na fila para ser atendido no caixa. Isso a Globo omitiu propositalmente.

Ainda querem um terceiro turno. Pouco depois, o senador eleito, Flávio Bolsonaro deu entrevista para a TV Record explicando o porquê solicitou que as investigações sobre seu ex-assessor viessem para Brasília. O senador disse que o Ministério Público estava investigando a ele, senador desde julho e que a lei tem de ser cumprida, que a investigação tem de ser feita por quem é de direito, responsável por investigar. “O MP mentiu. Eles estavam me investigando desde julho” disse Flávio Bolsonaro na Record.

O senador eleito Flávio Bolsonaro acredita que estava sendo investigado ocultamente pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, porque seus advogados so tiveram acesso  a situação do inquérito que envolve seu ex-assessor Fabrício Queiroz há 10 dias. Queiroz é suspeito de movimentar quantias incompatíveis a sua renda, isso é certo, mas o medíocre jornalismo panfletário da Globo ainda não se deu conta que as eleições foram no ano passado.

Comentários