Lula vai continuar na cadeia. STF decidiu em julgamento virtual Segunda Turma negou mais um pedido de liberdade do ex-presidente condenado a doze anos e um mês de prisão

0
Lula vai continuar na prisão

A Segunda Turma do STF negou, mais uma vez, um pedido de liberdade do ex-presidente Lula. O julgamento temido por grande parte de juristas, procuradores, observado de perto por toda a sociedade e inclusive por militares que não aceitariam a estratégia de votação do colegiado por sistema virtual, obteve o terceiro voto contra a liberdade de Lula.

O ministro Gilmar Mendes, votou nesta quarta-feira, no plenário virtual, contra a reclamação da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, compondo três votos contra o pedido de liberdade. Além do ministro-relator Edson Fachin, Dias Toffoli e Mendes fecharam a decisão. Ainda faltam votar dois ministros, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski.

Com a maioria fica oficialmente negado o pedido de Lula, já que a Turma é composta por cinco ministros.

Gilmar ainda disse ser contra a prisão, mas disse que “Ante o exposto, reitero e ressalvo o meu posicionamento pessoal sobre a matéria, mas acompanho o eminente Relator em homenagem ao princípio da colegialidade, confirmando a decisão que negou seguimento à reclamação, sem prejuízo da apreciação de outros casos que eventualmente se coloquem à jurisdição desta Corte”, ressaltou o ministro em seu voto.

Comentários