Lula recebeu propina por Oi, diz Cabral em delação Cabral disse que R$30 milhões foram repassados ao ex-presidente

0

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral declarou à Polícia Federal, que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva recebeu propina na autorização da fusão entre a Brasil Telecom e a Oi.

Segundo Sérgio Cabral, Sérgio Andrade, sócio da Andrade Gutierrez, uma das controladoras da Oi, falou, durante uma reunião, sobre a existência de uma conta de propina para Lula, de onde saíram repasses de R$ 30 milhões feitos às empresas de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, no âmbito de um contrato com a Secretaria de Educação do Rio.

O ex-governador diz ter realizado a reunião com Andrade para confirmar a contratação de uma empresa ligada a Lulinha no curso de um contrato da Oi com a secretaria. Cabral também revelou ter recebido o pedido de Lula para que favorecesse uma empresa de Lulinha que resultou no repasse de R$ 30 milhões desviados da Petrobras.

A Lava Jato recorreu ao termo de autodeclaração enviado por Sérgio Cabral para defender a competência dos investigadores de Curitiba na Operação Mapa da Mina, que investiga o filho mais velho do ex-presidente Lula.

Comentários