Lula, Dilma, Palocci e Mantega réus por Quadrilhão do PT PP e MDB também foram acusados de participar do esquema de corrupção

0
Quadrilhão do PT

O juiz federal da 10º Vara Federal do Distrito Federal, Vallisney de Souza Oliveira aceitou nesta sexta-feira, 23, denúncia da Procuradoria-Geral da República-PGR contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef, os ex-ministros da Fazenda Antônio Palocci e Guido Mantega e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A denúncia do “Quadrilhão do PT” foi apresentada pela PGR em 2017, pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A cúpula do PT será julgada por organização criminosa que lesou a Petrobras

entre 2003 e 2016. Neste período, a estimativa é de que foram roubados 1,5 bilhão de reais da estatal.

Segundo a Lava Jato, as empreiteiras Odebrecht, OAS, Camargo Corrêa, Mendes Júnior, Galvão Engenharia e Engevix participaram do esquema de corrupção que desviou o dinheiro e distribuiu entre os réus.

Segundo a PGR Lula, Dilma, ministros e outros criminosos também tiveram a colaboração das quadrilhas PP e do MDB.

Para o PP teriam sidos repassados R$391 milhões, para o MDB R$1,214 bilhões, Totalizando um prejuízo de R$ 29 bilhões segundo o Tribunal de Contas da União-TCU.

Todos os réus tem prazo de 15 dias para apresentarem suas defesas e arrolarem testemunhas.

Comentários